#BLOGDOMENTOR
HILTON

Saiba quais os riscos de cada mercado
Vamos continuar com nossa explicação dos termos econômicos de uma maneira simples e fácil.

Saiba mais sobre o Coaching Financeiro para Casais

Primeiramente o que é um risco no mundo financeiro: É a possibilidade de você não ganhar, no tempo acordado, ou no futuro, aquilo que você estava esperando no momento que foi feito a aplicação.

Risco de Mercado
É o risco da variação de preços de um ativo e ou investimento. Sabemos que os fatores determinantes de preço são a oferta e a demanda. O comportamento delas refletem em menor ou maior risco. Com isso os preços dos ativos podem oscilarem para mais ou para menos é o que chamamos de Volatilidade. Quanto maior a volatilidade de um ativo maior seu Risco. Outra coisa para prestar atenção é quanto maior o prazo da aplicação também será maior seu risco.

Risco de Crédito
Conhecido como Risco de Calote. Tem a ver com a incapacidade de o devedor pagar sua divida ao credor, ou seja é a possibilidade de você não receber sua aplicação de volta. Envolve muitos fatores subjetivos. No caso de investimentos são associados à renda fixa tendo em vista que estes são títulos de divida assumidos para levantar recursos.

Risco Operacional
É o risco das operações nas empresas envolvidas. Tem a ver com erros na execução das ordens de investimentos na hora de negociar seus ativos.
 
Risco de Liquidez
Incerteza de fazer seu investimento transformar-se em dinheiro. O ideal é termos investimentos com maior liquidez. Melhor investir em ativos com grande volume pois a liquidez será maior. Já ao contrário seria investimento em imóveis que demoram para vender quando precisamos fazê lo rapidamente, às vezes, temos que dar um grande desconto para ter uma liquidez rápida.

Risco de Imagem
Risco de que alguma ação feita pelas empresas possa vir a sujar a imagem delas ou de seus produtos. Exemplo: Quebra da barragem em Mariana em Minas Gerais e os escândalos das empreiteiras que trabalhavam com o governo envolvidas em propinas.

O que é ser Financeiramente bem de vida ou Economicamente bem de vida? Qual a diferença?
Saiba quais os riscos de cada mercado
Quando você é uma pessoa financeiramente bem de vida significa que você tem uma excelente liquidez em seu patrimônio, você tem mais investimentos com facilidade de se transformar em dinheiro. 

Já economicamente bem é quando você tem um excelente patrimônio mas, no entanto, sua liquidez, ou seja o poder de transformá-lo em dinheiro, é bem pequeno. Geralmente quando temos muitos imóveis.

Quando nos planejamos, seja em qualquer área, fica muito mais fácil criar a confiança necessária para conquistar qualquer objetivo.
O ideal é termos um equilíbrio financeiro em nosso patrimônio.

Um forte abraço,
Hilton Nascimento
Mentor e Coach Financeiro

Segunda a sexta, às 10h na Rádio Antena 1 - 103,7 FM
Muitas dicas de SUCESSO, AUTO ESTIMA e FINANÇAS.
Inscreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber minhas novidades
Gostou? Clique Curtir e deixe um comentário!